[Resenha] Brotherband - Os Exilados - John Flanagan

15 de fevereiro de 2013
Título: Brotherband - Os Exilados - Livro 01
Autor: John Flanagan
Editora: Fundamento
Páginas: 352
Ano: 2012
Mais informações: Skoob

Sinopse: O pequeno e franzino Hal nunca conheceu o pai, um dos maiores guerreiros que defenderam o reino de Escândia. Bem diferente dele, Hal em nada se parecia com um forte e bravo lutador, características valorizadas por seus conterrâneos, tradicionalmente valentes homens do mar. Isso e o mais o fato de ele ser filho de uma escrava vinda de Araluen o tornava um estrangeiro em seu país. Mesmo sentindo-se exilado entre seu povo, havia algo que aproximava Hal dos outros garotos - o Brotherband, ou 'irmãos em armas' - um conjunto de treinamentos que simulava as atividades da tripulação de um barco, com equipes que competiam entre si em testes de resistência e força e aprendiam as habilidades necessárias para se tornarem guerreiros invencíveis. Rejeitado pelos líderes dos demais grupos, Hal junta-se a seu grande amigo Stig e a outros renegados e forma o próprio time. Mas um fato inesperado poderá mudar o destino dessa equipe incomum e levá-la a navegar por mares perigosos, rumo a aventuras e batalhas.

“Ele não é mais criança, ele se formou no Brotherbands, agora ele é um irmão em
armas.”
Erak, Oberjarl da Escandinávia

John Flanagan chega mais uma vez pela editora Fundamento com Brotherband - Os Exilados, uma nova história ambientada no mundo criado pela sua série de sucesso Rangers: Ordem dos Arqueiros. Com crossover com os personagens da saga anterior, essa história se mostra cheia de ação e com intrigante desfecho, além daquele "gostinho de quero mais" tão característico dos livros que John escreve.

Nossa história começa na Escandinávia com um garoto mestiço, filho de uma ex-excrava e de um grande líder guerreiro. Hal como é chamando, é uma criança franzina, sem as aptidões que os gigantes escandinavos possuem, porém, sua inteligência e inventividade são dignas dos arqueiros reais de Aruelan, o que mesmo sem a intenção, o torna um líder nato. Criado como rejeitado pela sociedade devido sua origem mestiça, Hal desenvolve suas habilidades sempre ladeado por esses rejeitados e sob o olhar crítico de Thorn, seu mentor e melhor amigo do seu pai. Thorn, antes de perder a mão, foi um dos melhores guerreiros da Escandinávia e melhor guerreiro da tripulação de Erak (O mesmo Erak da história de Will e Halt em Rangers: Ordem dos Arqueiros). Assim, Hal chega aos seus 13 anos magro e pequeno mas atlético e perspicaz e começa seu treinamento na Brotherbands, escola de guerreiros  escandinavos, onde os desafios da vida de um verdadeiro guerreiro e líder começam.

Esse nova saga de John Flanagan promete ser tão boa quanto sua anterior. O livro em comparação com o primeiro lançado na série Rangers, é muito superior na ação, nos detalhes e na forma veloz que a história é descrita. A história é tão leve que não se sente as páginas passarem, o crossover de personagens das histórias deixam um gostinho especial para quem já é fã do autor, além de esclarecer fatos que não ficaram tão claros na saga anterior.

Esse novo livro tem tudo para ser um sucesso ainda maior que a saga antecessora de John Flanagan, com vários velhos personagens aparecendo no decorrer da leitura, mas também com vários novos que são tão encantadores quanto o Will e Halt. Um livro de alto padrão... ótima escolha para esse início de ano, indico para qualquer pessoa, realmente muito bom.

PS:  Depois de postar a resenha que notei que foi com o meu perfil. A resenha é do maridão Carlos, rs.
Labels: , , ,

13 comentários :

  1. Oi Lygia!

    Eu tenho o 1º da Ordem dos arqueiros faz um bom tempo na estante, preciso ler logo, só ouvi elogios. Daí vem uma nova série - e "irmã" da outra ainda.

    Ah sim, Oi Carlos!

    Eu adorei a ideia toda - parece ser do estilo que gosto, imagino que devo começar pela outra série.

    :)

    ResponderExcluir
  2. Não precisa ler a ordem dos arqueiros antes não, uma história e completamente independente da outra, mas é claro que da um gostinho especial pra quem já leu rever os personagens queridos da outra série de novo rsrsrs.

    ResponderExcluir
  3. Acredita q ñ tinha visto nada desse livro (vindo da editora), até me deparar com ele na livraria? Fiquei achando q fosse algo novo da série rangers, mas dps q vi q era uma nova série. Como curti rangers, vou atrás desse tbm!

    Andy_Mon Petit Poison

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale a Pena Andinha, gostei mais dessa história que do primeiro livro da serie dos Rangers

      Excluir
  4. muito bom os livros de rangers mas gostei mais do brotherband,a história é muito boa!
    Gostei muito desse blog :) pois é dificil conseguir um resumo ou um comentário completo

    ResponderExcluir
  5. Eu sou super fã desse autor, eu li e esperei por todos os livros (os 11 livros) da série Rangers até serem lançados aqui no Brasil, qdo eu descobri que seria lançado outra serie desse msm autor, eu verificava todos os dias pra ver se já tinha saído . Só há um pequeno detalhe, talvez nem tenha sido percebido por outras pessoas, mas no 1º livro "Os Exilados" o nome do "barco" era HERON, ou seja, não foi traduzido para o português o nome da embarcação de Hal, porém, no segundo livro "Os invasores", o nome da embarcação é "Garça- Real", ou seja .... foi traduzido. Não que faça alguma diferença já que é o mesmo nome. Mas em minha opinião, os responsáveis pela tradução deveriam "ver esses detalhes" e corrigir antes da publicação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não só isso, nos Rangers era Escandinávia. O nome da arma muda na série. E eles não chamam os arqueiros de arqueiro, eles chamam os arqueiros de rangers... pra mim isso é irritante e falta um pouco de bom senso pro tradutor manter as traduções no mesmo padrão...

      Excluir
  6. RANGERS
    LI TODOS OS LIVROS - 11 AO TOTAL, O PROBLEMA É QUE VC NÃO CONSEGUE PARAR - A LEITURA É FASCINANTE. NA VERDE O MEU FILHO GANHOU DE PRESENTE O 1º LIVRO E NÃO LEU, ENTÃO COMECEI A LER E ME APAIXONEI... RECOMENDO.

    ResponderExcluir
  7. rangers
    li todos os 11, o problema é que vc não consegue parar, fantástica esta coleção, com certeza vou ler Brotherband.

    ResponderExcluir
  8. Rangers é uma saga fantástica ainda estou no livro 7 mas to adorando a saga, já me considero fã!
    Recomendo a qualquer pessoa de qualquer idade!

    ResponderExcluir
  9. vcs nao tem o link pra baixar ?

    ResponderExcluir
  10. Estou lendo o livro 12 e estou surpreso e ancioso por esta nova odisseia.

    ResponderExcluir
  11. qual autor no mesmo estilo de John Flannagan?
    Curto esse tipo de livro, porem nada de dragoes ao estilo "game of thrones"

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...