Infinity Ring: Um Motim no Tempo - James Dashner

20 de setembro de 2013




Com uma história forte e inventiva, que pode ser desenvolvida ad eternum, Infinity Ring é a uma série de fantasia, que pode ser considerada distópica e foi lançada pelo selo da Seguinte, onde o tema principal é a viagem no tempo. Até o momento existe previsão de 8 volumes dessa série que, por abordar a cada livro um fato marcante da história do mundo, pode ser estendida até quando o seu sucesso durar.

Nesse primeiro volume é apresentado um mundo futurista a beira de um apocalipse ambiental, onde o governo é influenciado por um grupo denominado SQ que acumulou dinheiro e poder em cima de diversos fatos históricos remontados desde a Grécia Antiga até os dias atuais.




“Todos eles exibiam sorrisos esperançosos no rosto, e pela primeira vez Dak sentiu a pressão da tarefa que tinha em mãos. “Salvar o mundo. Não é nada de mais, certo?”
Nesse mundo conhecemos Dak e Sera, um casal de crianças superdotadas que, aos seus 13 anos, já são especialistas, respectivamente, em História e Ciências. Certo dia, Dak e Sera descobrem que os pais de Dak trabalhavam em um objeto chamado “Anel do Infinito” e Sera, com sua conhecimento anormal de física quântica, termina a construção do objeto descobrindo que o mesmo permite a viagem no tempo. Nesse meio tempo, ao testar o anel do infinito junto com seus pais, Dak e Sera vão parar no meio da guerra de independência dos Estados Unidos, onde os pais de Dak são presos como espiões britânicos.

Ao retornarem assustados ao futuro eles são salvos da SQ, que já os esperava, por uma sociedade secreta chamada Guardiões da História, que explicam que a razão do mundo estar se destruindo é devido as alterações (fraturas) que a SQ realizou no passado para lucrar e acumular poder. Explicam também que essas inconsistências na linha temporal, com a ajuda do anel do infinito, precisam ser corrigidas, além de também resgatar os pais de Dak...

Nesse primeiro volume da série escrito por James Dashner, tanto o mundo como os personagens que nos acompanharão por todos os volumes da série são muito bem desenvolvidos. Dak e Sera são incrivelmente carismáticos e o livro de poucas folhas se torna uma leitura rápida e agradável. A narrativa é muito fluida e coesa. O modo como os fatos e personagens históricos, já tão bem conhecidos, são apresentados ao leitor torna sua leitura muito dinâmica e simples, sendo esse uma ótima indicação para o público jovem que tem como um bônus o aprendizado sobre a história do mundo. Assim dou 4 estrelas para ele e fico contente por já ter o segundo volume em mãos, 'Dividir e Conquistar'. =D

Título: Infinity Ring: Um Motim no Tempo
Autor: James Dashner
Editora: Seguinte
N° de Páginas: 248
Skoob



Link do formulário de Top Comentarista de Setembro AQUI! o/
                                                          
Labels: , , , ,

28 comentários :

  1. Poxa, que legal. Depois de "grande", li a série Percy Jackson. Foi uma surpresa para mim porque os personagens eram crianças, o último livro termina com o Percy com 15 anos. No início tive um pouco de preconceito em ler a história com protagonistas tão crianças. Acabei quebrando a cara. Fiquei super interessado por essa série. Parece ser bem divertida. Já li outras resenhas desse livro, e só tem elogios.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem... Rick Riordan consegue descrever muito bem a visão dos pré-adolescentes... Mas é fantástico.

      Excluir
  2. Carlos

    ai, acho que meu comentário não entrou :(

    Vamos de novo a ele! Pena que vc e Ly não foram no evento que falei do livro na TRavessa, eu adorei esse livro mas ainda não li o segundo que já foi lançado, eu estou ansiosa para saber como vai ficar a história já que cada um é escrito por um autor diferente

    bjs

    ResponderExcluir
  3. Fantasia *.*
    Adoro livros de fantasia pois nos faz ir para outros lugares, mundos diferentes. E isso me faz ficar viajando por horas e horas.
    Eu já li algumas resenhas desse livro mas confesso que nem uma me deixou com mais vontade de ler esse livro do que a sua hahaha, adorei o fato de ele nos mostrar a história do mundo e as guerras (apesar de não ser chegada a histórias de guerras).
    Vou dar uma chance ao livro sim.
    Bejos.

    ResponderExcluir
  4. Viagens no tempo já me agradam e estava aqui pensando que é a primeira resenha que leio do livro. Na verdade não fazia muita ideia do que se tratava, mas a premissa é bacana. Tenho que dizer que me assustei com a quantidade de livros. Oito até agora? Mas se a série for boa e mantiver o ritmo, vale a pena.

    ResponderExcluir
  5. Pxiiii, até agora já são oito volumes previstos, podendo se extender até ondo o sucesso permitir?!?!? Nossa senhora, desanimei legal agora, afinal de contas estou tentando fugir de séries, a maioria delas é uma maldição na minha vida, trilogia até vai, mas 8 volumes?? Claro que minha opinião pode mudar, afinal de contas é viagem no tempo e esse tipo de tema sempre aguça minha curiosidade, primeira vez que leio que essa série pode ser considerada distópica é aqui!
    Não conheço o autor desse volume, mas os comentários no geral tem sido positivos. Se surgir a oportunidade vou dar uma conferida, mas esse negócio de série é roubada =/

    ResponderExcluir
  6. Essa série não me cativa em nada, primeiro pelo número de livros que ela tem. E outro ponto negativo é o enredo mesmo, que não me chama atenção. Talvez seja eu. kkk Mas não me chamou atenção. E também não curto muito as capas não. É eu acho que é uma série que não é pra mim.

    ResponderExcluir
  7. Cruzes! ...pode ser estendida até quando o seu sucesso durar. Isso tem um lado positivo e outro negativo. O positivo que é bom, muito bom, ou bom até demais! O negativo é: já vi autor morrer e a série ficar sem fim, e também há a possibilidade de eu nem estar viva quando a série terminar (dramático mas verdadeiro). Ando com o pé no chão, gosto de séries boas mas que possuem fim, de preferencia uma trilogia, nada que perdure até o infinito! Mas, sei que a motivação da fama e dinheiro é que estabelece isso, mas graças a Deus, temos pessoas lindas como vocês, que são blogueiros, que leem e posso acompanhar por aqui, daí, um dia, quem sabe, quando acabar, eu leio! Mas, pelo menos tenho o prazer de saber que é bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cada volume da serie é escrito por um autor diferente, não tem o risco de alguém morrer e a serie ficar inacabada. =P

      Excluir
    2. Menos mal Carlos, mas eu posso morrer e não ler o final. rsss
      Brincadeira, tantos livros, só após lançar todos leio o primeiro.

      Excluir
    3. Como 39 Clues.. Autores diferentes... Mas mesmo assim, muito legal.

      Excluir
  8. Li no mês passado o primeiro volume da série Infinity Ring e gostei bastante. Achei a narrativa bem simples e gostosa de se ler. Não sabia que seriam 8 volumes ou mais, isso me desanimou um pouco.
    Já tenho o segundo volume e vou lê-lo em breve. Vamos ver se consigo acompanhar a série toda rs

    ResponderExcluir
  9. Nossa série conta com 8 volumes e pode aumentar? Fiquei com medo... O que eu acho interessante nessa série é que cada volume é um autor e um fato histórico é alterado.
    bjs

    ResponderExcluir
  10. é bem diferente, esse lance de viajem no tempo sempre encanta e ainda mais quando é bem escrito. Dak e Sera passam por um bocados pelo visto. amo quando os personagens são carismáticos, é em boa parte isso que ajuda a leitura ser bacana. também achei interessante cada livro ser escrito por um autor, o terceiro sei que é a Lisa Macmann de Gone! mas até então eu sabia que seria uma trilogia... estender em 8,9 10 livros, acho meio que sem necessidade, mas né, vai que da certo? rsrs

    ResponderExcluir
  11. Poxa, é a primeira resenha que me convence de que esse livro pode ser muito bom. Lembro que a primeira, mesma a pessoa elogiando o livro, não me atraiu e passei a não ir muito com a cara desse livro.
    Agora fiquei interessada em começar essa série. E uma dúvida, é essa que a cada livro é um autor diferente?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, cada livro é um autor diferente que escreve.

      Excluir
    2. No começo, não gostei do fato de serem autores diferentes :S cada um tem sua própria visão...

      Excluir
  12. Não tenho muita certeza se leria, por enquanto acredito que não iria gostar muito por que não sou muito chegada em séries escrita por vários autores. O fato de ter vários volumes não me assustou, pois se algum dia chegar a ler e gostar muito com certeza vou querer mais.

    ResponderExcluir
  13. Uau, crianças de 13 anos com um conhecimento anormal sobre física quântica? Com certeza nunca li nada parecido! hahaha
    Achei interessante essa perspectiva... um livro em que crianças não são tratadas como frágeis e incapazes.

    Fiquei bem curiosas.

    Beijos,
    Amanda :)

    ResponderExcluir
  14. Gostei só pela "física quântica' auhsuhauhs adoro esses personagens nerds, mas 8 volumes? :s ai para que tanto livro? Poderia ser uma trilogia, no máximo, uma série de quatro livros.

    ResponderExcluir
  15. Crianças de 13 anos superdotadas, e uma delas com conhecimento anormal em física quântica! Quero filhos assim! hahaha
    Parece ser um livro bom, mas só, não o compraria por agora, se tiver uma oportunidade, quem sabe!

    ResponderExcluir
  16. Essa série definitivamente não me chama a atenção: pela premissa, capa, e número de volumes. Além do fato de, ser escrita por autores diferentes... acho confuso demais. Creio que não leria. (Só não afirmo que jamais irei ler, porque a gente nunca sabe ao certo, né). Beijocas.

    ResponderExcluir
  17. Jaá o primeiro volume, mas não me surpreendi tanto e ainda mais que são vários livros não gosto muito.
    Beijos, Thaynara
    livroscombolinhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Poxa, parece ser interessante só pelo fato de tratar como se fosse uma "viagem no tempo". Gosto de história, ainda mais de um livro que parece contar de uma maneira mais "atrativa".

    Beijocas, Letícia.
    http://ladodecoragem.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  19. Eu ainda não conhecia essa serie, já o autor eu fiquei sabendo que ele é bem famoso lá nos EUA, eu ainda não vi tanto livros dele publicados aqui no Brasil não, mas eu acho bem legal essa onda de jogos começar a virar jogos, acho bem interessante. A historia de Dark e Sera parece ser bem legal, fiquei curiosa para saber do futuro dos dois, espero lê-lo futuramente, o único ponto negativo foi a capa que poderia ter sido algo bem melhor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só li porque na livraria que leio estava com o livro na parte principal destacada... Rsrsrsrsrs

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...